quinta-feira, 26 de março de 2009

Com quantos parceiros se faz um atleta?


Durante nove anos de campeonato baiano, a Liga Bonfinense de Basquete vem contando em seus projetos com ao apoio da Prefeitura Municipal de Senhor do Bonfim, além de empresários a quem sempre se procurou dar o devido retorno através da divulgação de suas marcas nos mais diversos espaços onde a marca LBB tem penetração.

A conquista do vice-campeonato baiano em 2008, credenciou a Liga Bonfinense de Basquete pleitear junto ao governo do estado o Programa de Incentivo ao Esporte Amador do Estado da Bahia, mais conhecido como “Faz Atleta”. Desde então os diretores e voluntários da LBB vem numa verdadeira peregrinação que começou com o final do último campeonato baiano, passando pela elaboração do projeto, a vinda a Senhor do Bonfim de Walter e Roberto Fernandes, Presidente e Diretor Técnico da Federação Bahiana de Basketball de quem a LBB vem contando com a valiosa assessoria voluntária, até a etapa atual que é a busca de parceiros junto ao empresariado local. O programa consiste, de maneira muito resumida, em uma oportunidade única para empresários atrelarem suas marcas à já vitoriosa marca da LBB, usando como contribuição 5% dos recursos que teriam como destino o pagamento de ICMS ao governo do estado. A contra partida da LBB fica por conta da divulgação das marcas das empresas parceiras nos mais diversos espaços e mídias destinados ao merchandising, como, uniformes de jogo e de passeio, propaganda visual nos espaços de jogos e entrevistas, lembrando que o Campeonato Baiano de Basquete tem vasta cobertura da imprensa local e baiana, além da possibilidade maior que é ter a marca vinculada a uma proposta que tem como ponto forte a responsabilidade social.

Algumas visitas já foram feitas a importantes empresas do município e, a LBB agradece a receptividade dos empresários visitados, esperamos fortalecer aqueles laços de parceria já existentes e construirmos outros tantos.

A questão é retórica, mas vale a pena ser respondida: “Com quantos parceiros se Faz um Atleta?” É só somar. Um setor público comprometido com políticas de incentivo a atividades saudáveis como o esporte, valorosos jovens cheios de vontade de se firmarem como atletas na modalidade que se propuseram defender, obstinados “ex-atletas” fazendo papeis de dirigentes por conta da paixão pelo basquete e empresários comprometidos em ver suas marcar respaldadas por uma proposta de forte apelo à responsabilidade social.

3 comentários:

rodrigo disse...

Muito bom texto.

Luiz Miguel disse...

Bom mesmo Rodrigo...bem explicado!

helder rock disse...

È iso ai rodrigo e Luiz tou contando com vc Helder DO SOJA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...